Carregando

Buscar

Futebol Stick

Em entrevista com Mauro Cezar, vice jurídico do Flamengo aponta que não irá multar Gabigol por episódio em cassino

Compartilhe

Depois do episódio em que Gabigol foi flagrado em um cassino clandestino, o vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, deu uma entrevista exclusiva para o jornalista Mauro Cezar Pereira, do “UOL Esporte”. Na conversa, Rodrigo afirmou que o clube não pretende multar o jogador por conta do episódio. 

“Isso é um assunto pessoal dele. Não viola qualquer vínculo contratual com o Flamengo. Aguardamos Gabriel na reapresentação e torcemos que tenha um grande ano”, disse o VP. Gabigol foi uma das 200 pessoas flagradas no cassino localizado no bairro da Vila Olímpia, zona sul de São Paulo.

Todos os presentes foram levados para a delegacia, onde assinaram um termo de compromisso para prestar depoimento futuro. A reapresentação do elenco principal do Flamengo para a temporada está marcada para a segunda-feira (15).

João Felix

Em entrevista para a “Bandeirantes”, o delegado Nico falou sobre a reação de Gabigol ao ser flagrado por policiais. “Tentou se esconder com panos na cabeça e ficou atrás de moças e cadeiras no camarote de luxo. Foi arrogante com os policiais. Ele pode ser o Gabigol ou quem for, mas foi conduzido”, disse.

O jornal “O Dia” informou também que Gabigol e MC Gui podem responder por crime contra a saúde pública e por jogo de azar. A informação foi dada com aval do delegado e supervisor do GARRA (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), Eduardo Brotero.

“Eles (Gabigol e MC Gui) foram conduzidos, na verdade qualificados, por conta da pandemia já para prestar esclarecimento aqui na delegacia. Funcionários e o responsável pelo local também devem responder por crime contra a saúde pública, jogo de azar e contravenção. Os demais serão ouvidos posteriormente porque senão a gente causaria outra aglomeração aqui”, disse.

Imagem de capa: Marcelo Cortes/Flamengo

Em destaque