Carregando

Buscar

Futebol

Esposa de Jô fala de ataques ao jogador nas redes sociais e critica torcedores do Corinthians: “Ingratos”

Compartilhe

Cláudia da Silva, esposa do atacante Jô, fez um desabafo por meio do Instagram após a partida entre Corinthians e Ponte Preta. Com mais de 20 mil seguidores, ela expôs alguns ataques que o marido vêm sofrendo da torcida corintiana e citou a passagem do jogador pelo clube em 2017.

Jô fez um gol na vitória do Timão em cima da equipe interiorana por 2 a 1 no último domingo (07), mas não escapou de críticas. Acontece que o gol foi marcado após um rebote originado de um pênalti mal batido pelo próprio atacante. Cláudia, então, resolveu se pronunciar e pediu respeito pelo marido.

“Um recadinho para você torcedor modinha, torcedor fanfarrão, em que o gol é que vale e não a experiência, a história do jogador. Meu marido acabou de bater um pênalti, que não foi muito bem batido, mas com a experiência dele e com Deus ele sabia que a bola voltaria. Ele é o Jô. A história dele ninguém vai apagar. Muito me assusta os torcedores corintianos serem tão ingratos com ele, pela história no clube.”

disse Cláudia
João Felix

Ela continua o desabafo citando 2017, ano em que o Corinthians foi Campeão Brasileiro e Jô foi protagonista: ele se tornou o primeiro jogador corintiano a ser artilheiro da competição (com 18 gols). Segundo ela, a torcida tem dito que o atleta está “gordo” e enfatiza que as pessoas mudam e que os torcedores “precisam entender que a carreira de um jogador é feita de altos e baixos”.

“Não adianta mandarem directs, ficarem a semana toda me atormentando. Eu bloqueei comentário, mas vocês ficam o tempo todo atormentando a minha família, falando que meu marido está gordo, que ele não é o mesmo de 2017. Óbvio, estamos em 2021, eu não sou a mesma de 2017. Vocês têm que entender que a carreira de um jogador é feita de altos e baixos, existe um ser humano, existe sentimento, eles não são máquinas. Infelizmente a alegria do torcedor é quando a bola entra no gol e levanta o troféu para bater no peito que é corintiano. Mas não se esqueça que ele também é corintiano, ele também sofre quando o Corinthians perde, quando não consegue dar o melhor. Mas vocês não vão frustrar a vida do meu marido, ele ainda tem muita história para ser escrita.”

desabafou

Foto de capa: Getty Images

Em destaque