Carregando

Buscar

Futebol

Prefeito de Belo Horizonte, Kalil concorda com Lisca e opina: “Disputar Copa do Brasil hoje é uma aberração”

Compartilhe

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, anunciou na tarde desta sexta-feira (5) que, em virtude do crescimento dos números da pandemia da Covid-19, os serviços considerados não essenciais estarão proibidos de abrir a partir do próximo sábado (6). Apesar de tal medida não impactar o futebol mineiro, o ex-presidente do Atlético-MG se mostrou contrário às viagens que os clubes das cidades terão que fazer para a disputa da Copa do Brasil, que se inicia na próxima semana, e deu apoio ao discurso de Lisca, que ocorreu na última quarta-feira (3).

“O próprio treinador do América, o Lisca, disse. Viajar pra Manaus agora é uma maluquice. Como não sou presidente do Atlético, já fui, meu time não ia sair de Belo Horizonte. Eu acho que disputar uma Copa do Brasil hoje é uma aberração”, comentou Kalil sobre o assunto.

João Felix

Por fim, o prefeito de BH concluiu o que pensa sobre as longas viagens que Cruzeiro (Boa Vista-RR) e América-MG (Campina Grande-PB) terão que fazer. “Talvez o número que envolve profissionais no futebol, sem público, é muito baixo pra falar que isso vai disseminar (o vírus), mas estamos colocando (em risco) treinadores, jogadores, porque essa nova cepa, alguns infectologistas acham que estão pegando crianças, não só mais jovens, mas crianças. Acho uma temeridade, sim”, concluiu Kalil.

Foto: Divulgação/Twitter/Alexandre Kalil

Em destaque