Carregando

Buscar

Futebol

Primeiro-ministro britânico revela desejo em sediar a Copa do Mundo em 2030: “Vamos trazer o futebol para a casa”

Boris Johnson
Compartilhe

Nesta terça-feira (02), Boris Johnson, primeiro-ministro britânico, confirmou que espera que a Inglaterra seja uma das sedes da Copa do Mundo de 2030. Em postagem no Twitter, o político admitiu que há um projeto de expansão ao futebol nos próximos anos.

Com a vacinação de mais de 20 milhões de pessoas até o momento, o público devem retornar aos estádios ingleses no próximo dia 17 de maio. Por isso, Boris já havia oferecido o país para receber mais jogos da Eurocopa que o previsto, competição que ocorre entre junho e julho. O foco agora é ter por inteiro o maior evento esportivo do mundo.

Desde 1966 a Inglaterra não sedia uma Copa do Mundo e o governo britânico pretende desembolsar £2,8 milhões (R$22,16 milhões) para apresentar a melhor estrutura. Se der certo o financiamento e a proposta for aceita, cinco países devem ser as sedes: Inglaterra, País de Gales, Escócia, Irlanda do Norte e República da Irlanda.

“Eu adoraria que a casa do futebol recebesse a Copa do Mundo de 2030 e seria uma coisa maravilhosa para todo o país saborear. Queremos fazer muito mais para incentivar a pós-pandemia do esporte e ver uma explosão de futebol nos próximos anos”, escreveu.

Foto: Getty Images

João Felix

Em destaque