Carregando

Buscar

Futebol Stick

Em rede social, Patrick, do Internacional, ironiza seleção do Campeonato Brasileiro 2020

Compartilhe

A última sexta-feira (26) foi tomada pelas escolhas nas premiações do Campeonato Brasileiro e as repercussões. No período da tarde, o “Bola de Prata”, da “ESPN”, premiou os melhores jogadores da competição sem muitas reclamações. Já a noite, o evento da CBF  (Confederação Brasileira de Futebol) deixou muitos torcedores (e atletas) insatisfeitos.

Weverton (Palmeiras), Guilherme Arana (Atlético-MG), Fagner (Corinthians), Victor Cuesta (Internacional), Gustavo Gomez (Palmeiras), Edenilson (Internacional), Gerson (Flamengo), Claudinho (RB Bragantino), Vina (Ceará), Gabriel Barbosa (Flamengo) e Marinho (Santos) foram os escolhidos por jogadores e técnicos dos 20 times da Série A e jornalistas. A principal ausência sentida foi a de Luciano, artilheiro do campeonato, que deu lugar a Gabi. Outra posição questionada foi a de meia, a qual não teve espaço para Patrick, do Inter.

Na manhã desse sábado (27), Patrick foi ao Twitter ironizar a seleção da CBF por ter ficado de fora. Em 2020, o meia atuou em 33 partidas e marcou seis gols, além de quatro assistências. O atleta foi um dos principais destaques da campanha do Inter e chorou muito ao final do empate por 0 a 0 com o Corinthians na última quinta-feira (25), que deu o título ao Flamengo. “Joguei vôlei”, tuítou.

Na sequência, Bruno Henrique, atacante do Flamengo, respondeu o tweet com “Hahahaha” e alguns emojis de palmas.

Foto: Getty Images

João Felix

Em destaque