Carregando

Buscar

Futebol

Rogério Ceni dá “volta por cima” e leva a Bola de Prata como melhor treinador; Marinho é eleito melhor atacante

Compartilhe

O Campeonato Brasileiro chegou ao fim na noite desta quinta-feira e o Flamengo se sagrou campeão, repetindo o feito de 2019. A famosa premiação da “ESPN” elegeu Rogério Ceni como o melhor técnico do torneio e Marinho, do Santos, o melhor atacante.

O jogador santista, inclusive, estava disputando a artilharia da competição, mas testou positivo para Covid-19 nesta semana e ficou de fora do confronto contra o Atlético-MG. Com isso, viu Claudinho, do Bragantino, e Luciano, do São Paulo, marcarem e empatarem com 18 gols no topo da lista.

Ceni acumula seis Bolas de Prata como melhor goleiro do Brasil e ainda uma Bola de Ouro como o melhor do Brasileirão de 2008. Agora, ele fica a apenas um prêmio de se igualar a Zico, o maior ídolo do Flamengo. O Galinho é o maior vencedor da história com nove prêmios: inco Bolas de Prata como meia, duas como artilheiro e ainda mais duas Bolas de Ouro. 

Foto: Getty Images
João Felix

Na disputa, Abel Braga, do Internacional, ficou na segunda colocação, com nota de 6,22, enquanto Ceni ficou à frente por pouco: 6,26. Em terceiro, Sampaoli, do Galo, recebeu 6,17 de nota. Em seguida, Maurício Barbieri, do Bragantino, e Marcelo Cabo, do Atlético-GO, com 6,15 e 6,06, respectivamente.

Já Marinho, na disputa dos atacantes, ficou em primeiro lugar com 5,63 de nota, e viu Luciano ficar na segunda colocação, com 5,44. Em seguida, Galhardo, do Inter, com 5,42, e Bruno Henrique, do Flamengo, com 5,38. Gabigol, também do Flamengo, ficou na sexta colocação. 

Confira o top 10 dos atacantes e as respectivas notas:

Marinho – Santos – 5.632
Luciano – São Paulo – 5.443
Galhardo – Internacional – 5.424
Bruno Henrique – Flamengo – 5.385
Keno – Atlético-MG – 5.376
Gabigol – Flamengo – 5.337
Pepê – Grêmio – 5.238
Soteldo – Santos – 5.179
Nikão – Athletico-PR – 5.1510
Diego Souza – Grêmio – 5.15

Em destaque