Carregando

Buscar

Futebol

Após vazamento de informações em jogo virtual, Pep Guardiola diz que jogadores do Campeonato Inglês são antiéticos

Pep Guardiola
Compartilhe

Recentemente, o treinador do Aston Villa Dean Smith deu declarações polêmicas em relação ao vazamento de informações sobre a lesão de Jack Grealish. Isso porque o público só tomou conhecimento do ocorrido através da divulgação da ausência dele nos times no jogo “Premier League Fantasy” comandados por jogadores do Campeonato Inglês. Após isso, o técnico proibiu seus atletas de jogarem.

Em entrevista concedida nesta terça-feira (23), o treinador Pep Guardiola repudiou as atitudes e declarou que a divulgação é uma situação antiética por parte dos atletas. No entanto, ele confessou que não sabia do que se tratava o jogo e que descobriu por meio da emissora de TV “Sky Sports”. As informações são do “Daily Mail”.

“Eu ouvi o que aconteceu sobre a situação do Aston Villa. Eu sei que os jogadores jogam, mas não sei o que é Fantasy Football, honestamente. Às vezes você faz uma seleção com jogadores de outros times dos quais você é amigo e conversam entre si sobre os próprios times. Às vezes isso acontece e é incrivelmente antiético e antiprofissional, mas você não pode controlá-los.”

disse Guardiola

Essa não é a primeira vez que uma informação importante vaza diretamente do plantel de equipes. No último dia 31 de janeiro, o lateral Andrew Robertson, do Liverpool, substituiu Sadio Mané do seu time no “Fantasy” e, com isso, deu palco aos rumores de que o senegalês não jogaria contra o Brighton no dia 02 de fevereiro. Outro exemplo é a ausência de Jamie Vardy nos times de Wes Morgan e Hamza Choudhury, todos do Leicester, antes do anúncio oficial de sua lesão.

Foto: Getty Images

João Felix

Em destaque