Carregando

Buscar

Futebol

Torcedor do Inter nega pagar ‘mala branca’ ao São Paulo: “Palavras ditas no calor do momento”

Compartilhe

O torcedor do Internacional Elusmar Maggi, que ficou famoso ao doar R$ 1 milhão ao seu clube do coração para que escalasse o lateral-direito Rodinei na decisiva partida do último domingo (21) contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, negou que irá realizar um novo investimento no time. Ele havia afirmado em uma entrevista pós-jogo de ontem que iria fazer uma outra injeção dinheiro com o intuito de ajudar o Colorado – dessa vez seria um “incentivo” ao São Paulo para que na última rodada este tirasse pontos do Flamengo e o seu clube mantivesse chances de ser campeão.

Dessa forma, Elusmar comentou em entrevista à “GaúchaZH” que iria aplicar do seu próprio bolso um investimento para que, caso o Inter vença o Corinthians no Beira-Rio e o Flamengo não derrote o São Paulo no Morumbi, o time de Porto Alegre conquiste o quarto título brasileiro de sua história. Ele disse que estava de cabeça quente com, segundo ele, os erros da arbitragem (principalmente a expulsão de Rodinei) e pediu desculpas.

João Felix

Além disso, um depósito financeiro declarado a um adversário do campeonato poderia gerar punições ao Inter. Confira a retratação de Elusmar: “Depois de tudo que aconteceu, com o lamentável erro do árbitro e do VAR, e a derrota que deixa o título mais difícil agora, me manifestei sem pensar. Envolto em emoção, afirmei que poderia participar da última rodada com aporte financeiro ao São Paulo, algo que considero equivocado. Sei que não é ético, aceitável, nem necessário este tipo de coisa, já que o São Paulo, como grande clube que é, não precisaria de qualquer incentivo para tentar a vitória. Peço desculpas pelas palavras ditas ‘no calor do momento’ e reitero que jamais falei em nome do Inter”.

Foto: Reprodução/TVCA

Em destaque