Carregando

Buscar

Futebol

Rafinha chega ao Rio de Janeiro e deixa futuro no Flamengo em aberto: “Não vou me precipitar”

Compartilhe

A manhã desta segunda-feira começou agitada para a torcida do Flamengo. No Galeão, pousou um voo com dois possíveis reforços da equipe para a temporada de 2021: Bruno Viana, que será cedido por empréstimo pelo Braga, e Rafinha, que está livre após rescindir com o Olympiacos. 

De acordo com informações do “Globo Esporte”, o zagueiro não preferiu falar com a imprensa, enquanto o lateral respondeu algumas perguntas. Questionado sobre a possibilidade de voltar ao Flamengo, o jogador disse que ainda irá conversar com o clube.

“Eu sempre deixei claro, todo mundo sabe o carinho que eu tenho pelo Flamengo. Mas não vou me precipitar, cheguei agora. Vou sentar com eles essa semana, matar saudade da minha família. Essa semana a gente senta com calma e conversa”, revelou.

João Felix

Ainda acrescentou: “Quem não tem essa saudade (de jogar no Maracanã cheio)? Saudade muito grande, tomara que isso acabe rápido e a torcida do Flamengo possa voltar ao Maracanã. Mas é cedo ainda, não vou me precipitar, falar nada, não. Porque tem tempo ainda. Vamos conversar, mas não tem nada decidido ainda”.

Conforme a apuração do jornalista Cahê Mota, é provável que Rafinha assine um contrato com o Rubro-Negro até o fim de 2021. O clube impôs as condições de tempo de contrato e valores, o lateral está ciente e propenso a aceitar.

Apesar do assédio de outros times, como Atlético-MG, o jogador vê no Flamengo condições melhores, além da identificação com a história do clube e também com a torcida, além de não estar disposto a correr riscos. 

As conversas serão iniciadas nesta semana. Já a situação do zagueiro é diferente. Bruno ainda não tem condição contratual, e só viajou ao Brasil antecipadamente devido à situação de pandemia que vive Portugal – os voos estão sendo suspensos.

No entanto, a previsão é que em 48 horas haja um posicionamento do empresário do jogador, bem como do clube. A negociação é por um empréstimo gratuito por um ano com opção de compra de 7 milhões de euros (R$ 45,3 mi) ao término do contrato.

Em destaque