Carregando

Buscar

Futebol

Pepê aguarda resultados de exames médicos para assinar contrato de cinco anos com o Porto

Compartilhe

A saída de Pepê do Grêmio está cada vez mais iminente. O acordo com o Porto caminha para a reta final e a expectativa é que o negócio seja concretizado ainda no Rio de Janeiro, local onde o Tricolor está para o jogo contra o Botafogo na segunda-feira (8). Pepê realizou exames médicos no sábado e, caso seja aprovado, irá assinar um contrato de cinco anos com a possibilidade de renovar por mais um.

O Porto irá pagar 15 milhões de euros (R$ 97 milhões). Assim sendo, o Grêmio irá ficar com 10 milhões de euros (R$ 64 milhões) e o Foz do Iguaçu, detentor de 30% dos direitos do atleta, com o restante. O pagamento será feito em quatro parcelas, sendo elas debitadas em junho e agosto de 2021 e janeiro e junho de 2022. O Foz irá receber sua parte em agosto de 2022.

Pepê será a quarta contratação mais cara da história do Porto, ficando atrás apenas de Óliver Torres, Imbula e Hulk. O atacante seguirá no Grêmio até o dia 7 de junho e poderá atuar normalmente nas finais da Copa do Brasil, que acontecem nos dias 28 de fevereiro e 8 de março. Em vendas futuras, o Grêmio terá direito por 12,5% do valor caso ele exceda os números da negociação atual.

João Felix

Na equipe profissional desde 2017, Pepê passou a ser utilizado com mais frequência apenas em 2018. Em 2020, com a saída de Everton Cebolinha, assumiu o protagonismo e virou referência na equipe de Renato Gaúcho. Ao todo, são 15 gols em 52 jogos na temporada.

Imagem de capa: Lucas Uebel/Grêmio

Em destaque