Carregando

Buscar

Futebol

Após Brenner ser vendido por R$81 milhões, São Paulo pode perder outros atletas na gestão Casares

Brenner
Compartilhe

Desde que assumiu a presidência do São Paulo no início de 2021, Julio Casares tem realizado mudanças significativas em diversos setores da equipe. Na plantel de jogadores, Brenner foi o primeiro a deixar o Tricolor, e não deve ser o único. As informações são do “Estadão”.

Brenner foi vendido ao FC Cincinnati por US$15 milhões (mais de R$81 milhões). Destes, o Tricolor receberá US$13 milhões (cerca de R$24 milhões) à vista e mais US$2 milhões (cerca de R$10 milhões) quando o atleta completar dez jogos pela nova equipe. Além disso, também foi acordada uma uma participação de 15% em venda futura do jogador. O atleta foi contratado por cinco temporadas e terá salário de R$40 milhões líquidos.

Bruno Alves
Foto: Reprodução/Instagram/Bruno Alves

Além de Brenner, outros atletas devem ser negociados. Importantes para a campanha do São Paulo, o zagueiro Bruno Alves e o goleiro Tiago Volpi, por exemplo, podem deixar a equipe para buscar carreira internacional, pois já declararam ter essa vontade. De uma forma geral, esses três são os principais atletas para ajudar o Tricolor a se recuperar financeiramente, visto que há mercado.

De acordo com o site “Transfermarkt”, o valor de mercado de Tiago Volpi é de €4 milhões (cerca de R$25 milhões) e o de Bruno Alves é de €1,6 milhão (cerca de R$10 milhões).

Foto: Reprodução/Instagram/Brenner

João Felix

Em destaque