Carregando

Buscar

Futebol

Galiotte destaca desejo de manutenção da base: “Não quero vender os meninos”

Base Palmeiras
Compartilhe

Em entrevista ao “UOL Esporte”, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, falou sobre a conquista da Libertadores e declarou desejo especial a respeito dos jovens atletas. Sabendo da importância da base, o cartola visa o amadurecimento dos jogadores antes de negociações.

“O meu desejo pessoal é não vender os meninos neste momento. São jovens, acabaram de subir, ainda têm muito a contribuir, muitas alegrias a proporcionar ao nosso torcedor. Nós temos que terminar o ciclo para pensar em vender os meninos.”

disse Galiotte

Maurício Galiotte fala de Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Menino e Gabriel Veron, as principais revelações de um número grande promovido ao profissional na temporada, composto por 13 garotos. Os jovens tiveram impacto positivo no ano palmeirense com destaque para Gabriel Veron que disputou 19 jogos no Campeonato Brasileiro, marcou quatro gols e deu duas assistências.

Base Palmeiras
Patrick de Paula, Gabriel Veron, Danilo, Gabriel Silva, Wesley, Gabriel Menino, Renan e Luan Silva e o diretor da base, João Paulo Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras

No entanto, não é fácil manter um atleta quando começam as sondagens de grandes clubes internacionais. Sobre isso, Galiotte frisa que seu desejo é realizar a manutenção dessas peças, mas que as mudanças de mercado o impedem de assegurar as permanências. Para efeito de análise, Patrick de Paula e Danilo possuem contratos com multas rescisórias de 100 milhões de euros (R$644 milhões). Já Gabriel Menino e Veron, o número gira em torno de de 60 milhões de euros (R$386 milhões) cada um.

“Por outro lado, não temos o controle da pandemia, de tudo que está acontecendo hoje. Estamos vendo vários mercados sendo afetados, como o nosso. Garantir que a gente, em hipótese nenhuma, vá fazer uma negociação, a gente não pode. Mas posso expor meu desejo, de manter os meninos para cumprir um ciclo. E este ciclo está no início.”

disse Galiotte

Ainda de acordo com o presidente, o Palmeiras possui equilíbrio financeiro com a Crefisa, a Arena Palmeiras, receitas de TV, fornecimento de material esportivo, entre outras fontes. Todo esse recurso foi destinado para investimento da base em relação aos anos anteriores.

Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras

João Felix

Em destaque