Carregando

Buscar

Futebol

Aglomeração nas arquibancadas da final da Libertadores gera multa para Conmebol

Compartilhe

Não foi só dentro das quatro linhas que a final da Copa Libertadores chamou atenção ao redor do mundo. Nas arquibancadas, cinco mil pessoas foram convidadas para assistir à decisão no Maracanã (Rio de Janeiro). No entanto, a Conmebol, entidade responsável pelo torneio, não separou os torcedores de maneira respeitosa ao distanciamento social devido ao coronavírus e acabou sendo punida.

A entidade máxima do futebol sul-americano recebeu uma multa de R$ 14 mil por conta da aglomeração de torcedores nas arquibancadas do Maracanã. A punição foi dada pelo Instituto de Vigilância Sanitária, que indicou uma infração no Art. 30 inciso XXV do Decreto 45585 de 27 dezembro de 2018.

Com 96 horas de antecedência, a Conmebol exigiu um exame PCR negativo de Covid-19 para todos os torcedores que estariam presentes. Entretanto, a punição foi mantida. Ao longo da partida, o sistema de som do estádio chegou a pedir para que não houvesse aglomeração, pedido que foi ignorado. A liberação dos cinco mil torcedores na decisão partiu de um decreto do Governo do Rio de Janeiro.

João Felix

Em destaque