Carregando

Buscar

Futebol

STJD determina retorno de processo envolvendo Bruno Henrique, do Flamengo, e Breno, do Goiás

Compartilhe

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) reativou o processo envolvendo Bruno Henrique, do Flamengo, e Breno, do Goiás. O atacante rubro-negro atingiu e fraturou o rosto do volante rival na 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, ficou determinado que não havia motivos para a denúncia, pois o lance não fugiu da visão do árbitro.

Para o Pleno, o Goiás deveria ter sido intimado para que houvesse a verificação de procedência ou não. O lance, aliás, não foi verificado pelo VAR e Bruno Henrique não recebeu cartão. O caso deve ser analisado na próxima sessão da Terceira Comissão Disciplinar no artigo de jogada violenta. A lei prevê pena de um a seis jogos de suspensão. As informações foram divulgadas pelo “Globo Esporte”.

A 11ª rodada aconteceu no fim de semana do dia 14 de outubro de 2020, e o lance aos cinco minutos do primeiro tempo. Apesar da fratura ter sido dupla, a lesão não foi tão grave.

Foto: Reprodução/Twitter
João Felix

Em destaque