Carregando

Buscar

Futebol

Após expulsão de Castán, vascaínos cobram VAR em entrada de jogador do Bahia em Benítez

Compartilhe

A partida entre Vasco e Bahia, em São Januário, terminou em 0 a 0, mas dentro e fora de campo o jogo pegou fogo. No fim do segundo tempo, Castán foi expulso por acertar uma solada no rosto de Douglas, goleiro adversário, após consulta o árbitro de vídeo. Após o ocorrido, vascaínos foram às redes sociais ‘cobrar’ a arbitragem pela postura diferente em um lance envolvendo Benítez.

De acordo com os torcedores, o árbitro não teve a mesma preocupação em acionar o VAR na entrada de Gregore, jogador no Bahia, no camisa 10. O chute acertou a perna do atleta do Vasco, que caiu no gramado. No entanto, a grande maioria concordou com o cartão vermelho ao capitão. Confira os lances:

João Felix

Após o apito final, Luxemburgo comentou sobre a expulsão de Castán e também sobre a falta de cartão ao jogador do Bahia em entrada em Benítez:

“Eu acho que o juiz acertou na expulsão de Castán. Foi uma imprudência. Não teve a intenção. Mas a imprudência se mostrou. Porém antes do lance, o árbitro fechou os olhos quando o Gregore deixou a bola seguir e acertar a perna de Benítez”.

O departamento médico do Bahia emitiu uma nota tranquilizando os torcedores quanto à situação de Douglas. De acordo com a publicação, o goleiro “teve um corte profundo, a princípio sem suspeita de fratura ou uma lesão mais grave, e não tem nenhum sintoma neurológico. Tomou 5 pontos e está sob observação. A princípio não preocupa para os próximos jogos”.

O goleiro comentou sobre o lance e disse que “não foi nada de mais”. “Douglas: “Pancada forte, mas estou melhorando. Pegou na garganta, o que incomoda, mas era uma bola decisiva. Não vi maldade, o atleta veio falar comigo, mas não poderia deixar de ir. Não foi nada demais, tirando a marca e os pontos. Recuperar para, se tiver condições, jogar 4ª””. 

Veja algumas reações do Twitter:

Em destaque