Carregando

Buscar

Futebol

Coroado o Rei da América, Marinho chora após derrota na final: “Não consegui ser o Marinho”

Compartilhe

Destaque do Santos na temporada, Marinho desabafou ao término da final da Libertadores. Depois de perder o título para o Palmeiras por 1 a 0, o atacante do Peixe demonstrou sua lamentação em não ter conseguido ajudar os companheiros na partida mais importante da temporada.

“Eu sonhei em estar aqui. Sonhei em dar um título pra nação santista. Eu me preparei muito, saí de rede social pra me concentrar, mas hoje eu não consegui ser o Marinho. Mas eu entendo uma coisa. Os planos de Deus são diferentes do meu. Fico triste porque não consegui ajudar meus companheiros, mas entendo que lutamos até o final”, disse.

João Felix

Apesar de perder a final para o Palmeiras, Marinho foi coroado o “Rei da América“, o melhor jogador da Copa Libertadores. Aos 30 anos, Marinho foi o principal jogador do Santos ao longo da campanha do time até chegar a final do torneio continental. Foram quatro gols na Liberta (Delfín, Olimpia, LDU e Grêmio) e uma assistência.

Marinho vive sua melhor temporada da carreira. Ao todo são 23 gols e 39 jogos até o momento da decisão, ano em que mais marcou gols na carreira. Rony, do Palmeiras, era o principal concorrente de Marinho na disputa do prêmio.

Imagem de capa: Reprodução/Fox Sports

Em destaque