Carregando

Buscar

Futebol

Flamengo não recebe resposta do Al-Nasr por contraproposta e negociação envolvendo Everton Ribeiro esfria

Compartilhe

O Al-Nasr não respondeu a contraproposta feita pelo Flamengo e, com isso, a negociação envolvendo Everton Ribeiro esfriou. A ideia era vender o jogador por 7  milhões de euros e mais 3 milhões em bonificações ao invés de 10 milhões de euros. 

De acordo com o jornalista Diogo Dantas, do “Jornal Extra”, a diretoria rubro-negra entendeu que o acordo não terá continuidade e que o jogador permanecerá no clube. O prazo estabelecido para o retorno era até a manhã desta quinta-feira.

No entanto, mesmo que os árabes aceitassem a nova proposta feita pelos dirigentes do clube carioca, a venda de Everton Ribeiro poderia ser negada pelo Flamengo, pois não era vinculante. A janela fecha na próxima segunda-feira, dia 1 de fevereiro, e as chances da transação ser encerrada diminuíram muito.

João Felix

O jogador de 31 anos tem contrato até o fim de 2023. Devido ao imbróglio, o técnico Rogério Ceni relacionou Everton Ribeiro para o confronto contra o Grêmio, nesta quinta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Relembre o caso:

Há duas semanas, o Flamengo enviou a primeira contraproposta com as mesmas ressalvas – poder não aceitar o acordo de venda do jogador. Não houve resposta do clube árabe. Quinze dias depois, o Al-Nasr entrou em contato novamente com a diretoria rubro-negra e quis validar o acordo,  de 6 milhões de euros mais 2 milhões de euros de bonificação.

O Flamengo, no entanto, disse que não estava disposto a aceitar e ainda aumentou o pedido em 1 milhão de euros. Caso fosse aceito, a negociação poderia ser firmada ainda nesta janela. Porém o prazo não foi cumprido pelo time estrangeiro. 

Em destaque