Carregando

Buscar

Futebol

Torcida do Cruzeiro ataca ex-dirigente e promete protestos

Compartilhe

O ex-dirigente do Cruzeiro, Sérgio Nonato teve seu carro danificado por torcedores, nesta terça-feira (19), nas ruas de Belo Horizonte. O ex-diretor geral do clube registrou a ocorrência na Polícia Militar de Minas Gerais, levando alguns manifestantes, que participaram do vandalismo, à prisão. Entretanto, com protestos contra a diretoria marcados para às 19h desta quarta (2), no estádio Independência, antes do jogo da Raposa contra o Operário, o clima deverá ficar ainda mais pesado.

De acordo com o site “Uol”, o ato contra Sérgio Nonato, conhecido como “Serginho da Alterosa”, foi realizado por integrantes de uma torcida organizada. “Sérgio Nonato relatou que seguia com o seu veículo, quando ao passar pela rua Formiga, perto do semáforo, seu veículo foi cercado por dois outros carros, um Ford Ka, de cor branca, e o outro um Renault Logan, de cor prata. De dentro de cada veículo saíram dois indivíduos agressivos, gritando e gesticulando, danificando o veículo, quebrando o para-brisa com pedras e socos”, diz o o documento divulgado pela PM.

João Felix

Mesmo sendo atacando, Sérgio conseguiu fugir do local. Chegando em sua casa, o ex-diretor  contatou a PM, que foi até a sua residência e realizou o boletim de ocorrência. Após buscar nas câmeras de prédios vizinhos de onde foi realizado a emboscada, a Polícia conseguiu imagens das placas dos veículos utilizados na abordagem e levou três homens presos, suspeitos de terem participado do vandalismo.

“A equipe do tenente Alex, do comando tático, de posse das placas, se deslocou até a residência de um dos envolvidos e o encontrou. Esse alega que já estava seguindo Sérgio por ele ser ex-dirigente do Cruzeiro Esporte Clube. Ao ver que o veículo estava parado no sinal, resolveu tirar satisfação com a vítima, e a intenção era agredi-lo fisicamente em virtude da má administração de Sérgio no Cruzeiro. Já o outro alega que estava no veículo e que também danificou o veículo de Sérgio. O terceiro indivíduo não quis se pronunciar sobre os fatos”, relata a PM no B.O.

Após o ataque, a torcida Máfia Azul, maior organizada do Cruzeiro, se manifestou no Twitter. “A cobrança começou!!! Firma o lombo que o primeiro já foi”, disse o perfil da torcida. Porém, após a prisão dos suspeitos o perfil na rede voltou a publicar. “Aos internautas que tanto cobram ações, farão algo também ou continuarão dizendo o que deve ou não ser feito?”, comentando sobre as prisões.

Tags

Em destaque