Carregando

Buscar

Futebol

Pena por doping é diminuída e Rodolfo, goleiro do Fluminense, pode voltar a jogar

Compartilhe

Rodolfo, goleiro do Fluminense, está liberado para voltar a jogar futebol após caso de doping em 2019. O jogador, que está afastado desde maio de 2019, teve um recurso aceito pela Comissão Disciplinar da Conmebol, que em julgamento reduziu mais uma vez sua pena, o liberando com base nas novas determinações da Agência Mundial Antidoping (WADA) para 2021. 

O jogador testou positivo para a substância benzoilecgonina após o jogo do Fluminense contra o Atlético Nacional, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana de 2019. A partida foi realizada no dia 23 de maio e Rodolfo estava no banco de reservas. A substância em questão é o principal metabólito da cocaína e proibida no regulamento de doping.

Atualmente com 29 anos, Rodolfo tem vínculo com o Fluminense até o fim de 2021. O goleiro estava com contrato suspenso e o clube ainda não informou se ela será reintegrado ao elenco. Para a posição, o Flu conta com Marcos Felipe, Muriel e João Lopes. Durante o período em que lutou juridicamente para diminuir sua punição, Rodolfo contou com o apoio do Fluminense.

João Felix

Imagem de capa: Lucas Merçon/Fluminense

Em destaque