Carregando

Buscar

Futebol Stick

Acordo entre Santos e Huachipato encontra problemas e Soteldo recebe sondagens

Compartilhe

O Santos ainda possui uma dívida com o Huachipato, do Chile, por antigo acordo com Yeferson Soteldo. Avaliada em 3,55 milhões de dólares (R$ 20 milhões), a dívida já teria sido acordada entre os times para ser quitada ainda em 2020. No entanto, a negociação não saiu do papel e encontrou problemas para se concretizar. 

Na época, o Santos iria ceder 50% que tem de Soteldo ao Huachipato para encerrar a dívida, assim, os chilenos teriam 100% dos direitos econômicos do atacante. Soteldo, no entanto, entende que o acordo é arriscado, visto que o Huachipato poderia vendê-lo para qualquer outro clube, como já quis fazer para o Atlético-MG. A venda só poderia ser concretizada caso o jogador aceitasse.

Assim sendo, os empresários de Soteldo foram procurados de maneira informal por outros clubes que tem interesse no jogador. Soteldo só deixaria o Santos caso fosse para a Europa. Ao contrário, entende que ficar na Vila Belmiro é o caminho mais curto.

João Felix

Mesmo passando por uma forte crise financeira, o Santos ainda busca uma solução para a dívida. No momento o Peixe não vê nenhuma possibilidade de pagar para ficar com 50% do atacante. A quantia da venda de Lucas Veríssimo, inclusive, será utilizada para arcar outras pendências. Por isso, o Santos acredita que a melhor opção seria manter os 50% para lucrar em uma possível venda futura.

Imagem de capa: Ivan Storti/Santos FC

Em destaque