Carregando

Buscar

Futebol

“Não foi um convite, foi uma convocação”, afirma Luxemburgo sobre sua volta ao Vasco

Compartilhe

Vanderlei Luxemburgo foi apresentando ao Vasco nesta segunda-feira, 4, e demonstrou que está motivado quanto o seu retorno ao CT do Almirante. “Nesse momento muito difícil as pessoas podem não querer aceitar, medo de manchar a carreira, mas não sou covarde”, afirma o treinador.

Em coletiva de apresentação do novo treinador, Luxemburgo falou com a imprensa e preferiu não comentar sobre o trabalho do português Sá Pinto no comando da equipe. “Não me interessa o que o Sá Pinto fez, me interessa o que nos vamos fazer daqui pra frente. Não quero discutir o trabalho dele nem publicamente nem internamente, quero discutir o que vamos fazer”, disse Luxa.

João Felix

O ponto engraçado da coletiva foi quando o técnico comentou sobre o que falou para Talles Magno quando chegou no vestiário. “Ué, você é goleiro pra tá fazendo massagem na mão? Tá com dor, quebrou a mão? Sai daí rapaz, vai lá trabalhar com o pé, chutar bola!”, disse arrancando risos do presidente Alexandre Campello.

Luxemburgo ainda foi questionado sobre como aproveitaria os garotos que venceram a Copa do Brasil sub-20, neste domingo, 3. “Você não pode pegar 11, subir de vez e achar que vão resolver o problema do time. São talentos e temos que aproveitar gradativamente”, comentou Vanderlei. “O Pec subiu comigo ano passado, era um filé de borboleta. Hoje já encorpou”, afirmando sobre o retorno do jogador Gabriel Pec ao profissional.

Luxemburgo terá pela frente 12 jogos para conseguir livrar o Vasco do rebaixamento. A equipe se encontra na 17ª posição com 28 pontos. O primeiro desafio do treinador será nesta quinta, 7, às 21hs, fora de casa, contra o Atlético-GO

Tags

Em destaque