Carregando

Buscar

Futebol

Mercado movimentado! Relembre as principais transferências, rumores e novelas de 2020

Compartilhe

Diferentemente dos anos anteriores, 2020 foi atípico, uma vez que o futebol teve que ser paralisado por meses por conta da pandemia da Covid-19 e não definiu vencedores em muitos campeonatos. Ainda sim, muita coisa aconteceu dentro e fora das quatro linhas, entre elas, a movimentação do mercado da bola, que continuou intensa a todo momento. Relembre agora dez histórias marcantes de 2020, desde transferências bombásticas até grande rumores, que tiveram os holofotes ao longo do ano:

Fim da restrição de transferências no Chelsea

Depois de uma temporada sem poder realizar contratações, o Chelsea abriu os cobres e reforçou seu elenco com grandes nomes para tentar chegar ao patamar dos rivais Liverpool e Manchester City. As contratações de Chilwell, Mendy, Havertz, Werner e Ziyech somadas fizeram com que o time londrino gastasse cerca de 247 milhões de euros (aproximadamente R$1,6 bilhão na cotação atual). 

Todo esse investimento, por enquanto, ainda não surtiu o efeito esperado. O Chelsea ocupa a 6ª colocação do Campeonato  Inglês e se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões. A ver até onde Lampard consegue levar essa equipe.

Honda e Kalou no Botafogo

O Botafogo em 2020 decidiu usar forças estrangeiras para tentar sucesso no futebol nacional. Com reforços de Honda e Kalou, jogadores que atuaram nas principais ligas europeias por anos e possuem Copas do Mundo no currículo, o Fogão apostava suas fichas que eles iriam liderar o elenco a conquistas.

No entanto, o desfecho da passagem de ambos os jogadores em General Severiano parece ser melancólico. Atualmente na 19ª colocação do Campeonato Brasileiro, o Botafogo luta para não ser rebaixado à Série B. Além disso, Honda e Kalou tiveram atuações muito discretas ao longo de toda a temporada. O japonês até já divulgou sua saída do clube.

 

Hulk no Palmeiras

Depois de várias temporadas no futebol europeu e ultimamente na China, Hulk parece estar decidido a retornar ao Brasil. Revelado pelo Vitória-BA, o jogador já declarou sua preferência caso retorne e jogue o Campeonato Brasileiro. Torcedor do Palmeiras, o atleta não esconde a vontade de vestir a camisa do alviverde.

Sobre essa possível transferência, muito comentada em 2020, o Verdão parece estar de portas abertas para o atacante, após o término do contrato entre o jogador e o Shanghai SIPG. Ou seja, Hulk no Palmeiras, depois de ser um grande rumor, parece que pode finalmente se concretizar em 2021.

João Felix

Messi

Provavelmente a maior novela entre jogador e clube de 2020 a ser lembrada no futuro será a entre Messi e Barcelona. Ídolo do clube catalão, o craque argentino deixou explícita sua vontade de deixar o clube culé, depois de mais de 16 anos de serviços prestados como profissional, após a eliminação e derrota histórica para o Bayern de Munique por 8 a 2 na Liga dos Campeões.

O camisa 10 buscava utilizar uma cláusula em seu contrato que o deixava imediatamente livre no mercado, mesmo com um ano de contrato a cumprir. Contudo, esse recurso foi negado e Messi foi obrigado a jogar uma última temporada pelo Barça. Depois de três meses, ainda não se sabe o futuro do argentino no clube culé. Em entrevista recente ao canal espanhol “laSexta”, o craque ainda deixou as portas em aberto e só deve definir por qual equipe jogará no verão europeu de 2021 quando essa hora chegar.

 

Neymar

Acostumado com os holofotes, 2020 foi mais um ano movimentado para Neymar. Dentro das quatro linhas, o craque brasileiro, junto a seus companheiros, conseguiu levar o PSG a uma final inédita de Liga dos Campeões. Apesar da derrota, a temporada feita pelo brasileiro rendeu elogios e o projetou a ser considerado um dos melhores jogadores do mundo, apesar de não ter sido aclamado no prêmio “The Best” da Fifa.

Fora dos gramados, os rumores, que sempre cercaram a vida de Neymar, indicaram um possível retorno do craque ao Barcelona, ou até uma nova reunião com Messi no próprio PSG, porém, essas possibilidades não se concretizaram. Em 2021, o camisa 10 da Seleção Brasileira volta a ter o desafio de tentar levar o clube parisiense ao topo da Europa e buscar o sonhado título de melhor jogador do mundo.

 

Saída de Cavani e Thiago Silva do PSG

Em meio a caminhada até a final da Liga dos Campeões, a diretoria do PSG decidiu realizar mudanças bruscas no interior do clube, passando por uma renovação de elenco. Esse movimento resultou na saída de jogadores identificados com a equipe, como Cavani e Thiago Silva, maior artilheiro da história e capitão do time parisiense, respectivamente, e a vinda de novos atletas, como Alessandro Florenzi, Moise Kean e Rafinha.

A mudança de ares para os dois ex-jogadores do PSG os levou para a “Terra da Rainha”. Atualmente, Cavani e Thiago Silva vestem as camisas de Manchester United e Chelsea, respectivamente, e tentam deixar claro que ainda têm muito futebol a mostrar por seus novos clubes.

Saída de Jorge Jesus do Flamengo

Depois de vencer cinco títulos pelo Flamengo e encantar o Brasil com a dominância conseguida nacionalmente em 2019, Jorge Jesus quis encarar novos desafios e voltou a Portugal para treinar um clube já conhecido pelo treinador, o Benfica. Após cinco meses, o Mister não conseguiu fazer o clube português atuar em grande nível e teve altos e baixos em sua nova passagem pela equipe.

Do lado do time da Gávea, a expectativa gerada com os títulos de 2019 e do início de 2020 não foi concretizada. Com Domènec Torrent e Rogério Ceni, as atuações da equipe carioca caíram muito e o Flamengo chega a 2021 eliminado da Copa Libertadores e da Copa do Brasil. A última esperança de voltar a erguer um troféu ainda nesta temporada é o Campeonato Brasileiro.

 

Saída de Suárez do Barcelona

Contratado em 2014 pelo Barcelona, Luis Suárez se consolidou na equipe catalã como um dos melhores atacantes do mundo. O uruguaio, além de entregar muitos gols, venceu títulos e encantou os torcedores culés, principalmente quando formou trio de ataque com Messi e Neymar. Ainda sim, em 2020, o ex-presidente Josep Maria Bartomeu, visando uma renovação de elenco, resolveu não renovar o contrato de Suárez e liberar o jogador. 

A decisão, além de revoltar muitos torcedores e jogadores, parece se concretizar como errada ao observar os números de Suárez na atual temporada. Vestindo a camisa do rival Atlético de Madrid, “El Pistolero” soma 8 gols e uma assistência em 15 jogos, contribuindo para a liderança do Atleti no Campeonato Espanhol.

 

Taison e o possível retorno ao Beira-Rio

Depois de dez anos, Taison pode estar retornando ao Internacional em 2021. Pelo menos, a situação contratual do jogador e declarações do atleta em relação a um retorno ao time do Beira-Rio indicam isso. Apesar de ainda ter contrato vigente e ser titular do Shakhtar Donetsk, o brasileiro terá seu vínculo com o clube ucraniano encerrado em junho de 2021, dando margem para que um pré-contrato com qualquer equipe seja fechado já em janeiro.

Revelado nas categorias de base do clube e após recentemente ter visitado o centro de treinamento do Inter, Taison deixa clara sua vontade e prioridade em vestir a camisa colorada. Parece ser questão de tempo o retorno ao time gaúcho, apesar de ainda não estar definido.

 

Troca de Arthur por Pjanic

Na janela de transferências do verão europeu, Barcelona e Juventus protagonizaram uma troca que ganhou os holofotes da imprensa. Depois de apenas duas temporadas no clube, Arthur estava sendo trocado pelo Barça. Em troca, a Velha Senhora mandaria Pjanic e mais 12 milhões de euros (cerca de R$73,2 milhões na cotação da época). 

A transação gerou uma discussão sobre qual time teria se dado melhor e, depois de cinco meses, essa dúvida ainda paira no ar. Ambos os volantes são constantemente escalados como titulares, mas sem grande destaque em suas equipes.

Foto: Getty Images

Em destaque