Carregando

Buscar

Futebol

Atacante pode ser punido no Paraguai por abaixar calção em comemoração

Compartilhe

O atacante do Guaraní do Paraguaí, Raúl Bobadilla será investigado pela APF (Associação Paraguaia de Futebol) por uma comemoração polêmica após um gol. O Tribunal de Disciplina da APF confirmou que abriu um processo contra o jogador, que abaixou o calção ao comemorar o feito e foi acusado depois nas redes sociais de mostrar as partes íntimas.

Bobadilla marcou o terceiro gol da vitória por 3 a 1 do Guaraní sobre o Libertad, na partida válida pelo Campeonato Paraguaio, na última quarta-feira. Na comemoração, ele tirou a camisa, depois o acessório que monitora o desempenho dos jogadores em campo, e, por fim, baixou o calção e parou em frente a uma das câmeras do jogo.

Em entrevista à emissora paraguaia “ABC TV”, o presidente do tribunal da APF, Raúl Prono, confirmou a investigação sobre o caso, e disse que Bobadilla já foi notificado sobre o processo. O atacante terá um prazo de três dias para apresentar a sua defesa e evitar uma possível multa ou até uma suspensão.

João Felix

Bobadilla tem 33 anos, é argentino naturalizado paraguaio e teve papel fundamental na eliminação do Corinthians ainda na fase preliminar da Libertadores neste ano. O jogador também marcou contra o Palmeiras na mesma competição, na vitória do time paulista por 3 a 1 pela fase de grupos.

Em destaque