Carregando

Buscar

Futebol

Atlético-MG deve embolsar R$ 12 milhões de processo antigo

Compartilhe

O Atlético-MG se aproxima de uma vitória na Justiça que deve devolver R$ 12 milhões ao seu cofre. Trata-se de uma antiga ação do Banco Central por irregularidades nas vendas de Taffarel e Renaldo, que na ocasião fizeram com que o Galo depositasse essa grana em juízo.

No final dos anos 90, o Atlético vendeu Taffarel ao Galatasaray e Renaldo ao Deportivo La Coruña, mas descumpriu uma regra bancária, o que fez o Banco Central mover uma ação que tirou R$ 12 milhões do Galo em 2005. De lá para cá, o clube venceu diversas ações, que estão em prazo de se esgotarem em breve, com vitória do Atlético.

João Felix

“Foi também na atual gestão que o Atlético obteve importante vitória no caso BACEN, iniciado em 2005, cuja atuação do Departamento Jurídico articulada com escritório parceiro acarretou a inadmissão de Recursos Especial e Extraordinário do Banco, tendo o CAM por conseguinte obtido decisão que lhe permitiu o levantamento de depósitos que somam aproximados doze milhões de reais”, diz um trecho do relatório de gestão da diretoria.

Em destaque