Carregando

Buscar

Futebol Stick

Estudo aponta que Cruzeiro possui apenas 8% de chance de subir para Série A do Brasileirão

Compartilhe
29 rodadas se passaram na Série B do Brasileirão e as vagas para a elite do país ficam cada vez mais limitadas. Em estudo feito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), apesar do bom momento vivido sob o comando de Felipão, o Cruzeiro possui apenas 8% de chances de subir de divisão.
 
Atualmente na décima colocação, o Cruzeiro entra na rodada a sete pontos de diferença para o Juventude, primeiro time na zona de acesso. O estudo aponta que os dois primeiros colocados, Chapecoense e América-MG, tem 99% de chances de subir. Os números também apontam que as duas últimas vagas tendem a ficar entre CSA (39,5%), Cuiabá (39,5%), Sampaio Corrêa (32,6%), Juventude (30,9%), Guarani (22,9%) e Avaí (20,3%).

Em compensação, o fantasma que assombrou o time com a possibilidade de cair para a Série C perdeu sua força. O estudo aponta que o Cruzeiro tem apenas 0,23% de risco de cair para a terceira divisão do país. Oeste e Botafogo-SP possuem mais de 90% de risco. A última vaga deverá ficar entre Náutico (71%), Figueirense (50,5%), Paraná (42%) e CRB (21,9%).

João Felix

Em destaque