Carregando

Buscar

Futebol

Palmeiras ganha recurso na Fifa e se livra de multa de mais de R$ 14 milhões por transferência de Egídio

Compartilhe

Egídio não faz parte do elenco do Palmeiras desde 2018, mas nesta semana o clube se livrou de uma multa de cerca de R$ 14,2 milhões ao Dnipro, da Ucrânia, pela transferência do atleta concretizada em 2015. 

O clube ucraniano reclamou com a Fifa devido à contratação do lateral, que rescindiu contrato na Europa alegando atraso salarial, e assinou com a equipe paulista assim que ficou livre no mercado. As informações foram divulgadas pelo “Globo Esporte”.

Em uma primeira decisão, Egídio e o Palmeiras foram condenados e multados em cerca de 2 milhões de euros considerando juros atrasados. No entanto, o departamento médico do clube paulista recorreu a decisão no CAS (Corte Arbitral do Esporte) e, na última segunda-feira, teve vitória definitiva no caso.

João Felix

Em destaque