Carregando

Buscar

Futebol

Demba Ba ataca Thomas Tuchel: “Nos culpou pelo que aconteceu”

Compartilhe

Uma semana se passou do caso de racismo na partida entre Paris Saint-Germain e Istanbul Basaksehir. Mesmo com o tempo, o caso ainda é falado mundo afora em busca de mais respostas do ocorrido e da punição que os envolvidos irão receber. Demba Ba, atacante do time turco e um dos mais ativos na ocasião, cedeu entrevista para o “RMC Sport”, atacando Thomas Tuchel, treinador do PSG, que teria culpado os jogadores do Istanbul pelo ocorrido.

“Tiremos o chapéu para os jogadores do Basaksehir porque sentiram que algo tinha que ser feito. Tiremos o chapéu para os jogadores do PSG porque eles poderiam ter ficado em campo e dito ‘estamos aqui para jogar’, mas eles decidiram parar. Algumas pessoas de Paris, ou melhor, alguém de Paris, gostaria que ela estivesse na frente das câmeras e explicasse como nos tratou. Porque eu não aceito isso e nunca vou aceitar, e da próxima vez que o vir, ele vai ouvir falar”, disse Demba Ba.

Quando questionado sobre quem era esse “alguém do PSG”, o atacante não titubeou em dirigir suas palavras para o treinador Thomas Tuchel. “Ele conversou com um ou dois jogadores da nossa equipe e basicamente nos culpou pelo que aconteceu. É problema dele, não meu. Não é algo que vou compartilhar no câmera. Mas se eu tiver que vê-lo um dia, vou conversar com ele sobre isso”, completou.

João Felix

Em destaque