Carregando

Buscar

Futebol

Atlético-MG, Sampaoli, Alexandre Mattos e analista de desempenho respondem denúncias no STJD na próxima terça

Compartilhe

A Segunda Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) irá julgar, na próxima terça-feira (15), o Clube Atlético Mineiro, o técnico da equipe – Jorge Sampaoli, o diretor de futebol – Alexandre Mattos e o analista de desempenho – Diogo Alves por infrações feitas nas partidas contra o Flamengo e Corinthians, válidas pela 20ª e 21ª rodada, respectivamente, do Campeonato Brasileiro de 2020.

O fato que gerou a denúncia ao clube, treinador e analista de desempenho aconteceu no duelo contra o rubro-negro. Sampaoli estava suspenso da partida e, apesar disso, foi ao Mineirão, ficou posicionado em um dos camarotes e supostamente teria se comunicado via celular com Diogo, que estava no banco de reservas do Galo.

O técnico foi denunciado no artigo 47, parágrafo 5º do Regulamento Geral de Competições 2020, que proíbe o exercício das suas atividades e sua presença em qualquer área do estádio por conta da suspensão.

João Felix

O time mineiro responderá pela denúncia no artigo 191, inciso III do CBJD por deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento do Regulamento Geral da Competição 2020. A multa, caso seja condenado, pode chegar a R$100.000,00. Sampaoli e Diogo Alves respondem ao artigo 258, por assumirem conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, e a pena varia de um a seis jogos.

Mattos foi denunciado no artigo 258 por “assumir qualquer conduta contrária à disciplina. Desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões” no jogo contra o Corinthians. O diretor poderá pegar até seis jogos de gancho.

Em destaque