Carregando

Buscar

Futebol

Eduardo, do Ceará, é punido com três jogos de suspensão por agredir adversário e chutar cabine do VAR

Compartilhe

Quase dois meses depois da partida contra o Corinthians, Eduardo, do Ceará, foi julgado e suspenso por três jogos. O jogador havia dado uma cotovelada em Léo Natel e, após ser expulso, chutou a cabine do Var. A partida era válida pela 15ª rodada do Brasileirão.

A Procuradoria denunciou o atleta por praticar agressão física (artigo 254-A) e por causar dano ao VAR (artigo 219). O clube pode recorrer ao pleno do STJD para reverter a decisão. Vale lembrar que o jogador cumpriu um jogo de suspensão automática (contra o Fluminense), restando apenas mais dois para cumprir.

João Felix

Durante a sessão virtual, o jogador se defendeu: ”Minha intenção no lance não foi de dar cotovelada. Não tenho esse histórico de jogador violento. Na verdade, sem pensar eu acabei fazendo isso (chutar o VAR). Não posso mentir. No meu ver o árbitro me expulsou erradamente. Naquela situação meu time ficaria com um a menos e poderia perder o jogo e o VAR que era para corrigir o lance acabou errando na expulsão. Tudo isso naquele momento na cabeça acabei ficando com raiva e chutando. Não que um erro justifique o outro, claro”.

Em destaque