Carregando

Buscar

Futebol

Cavani se retrata após ser acusado de racismo: “Não quis ofender ninguém”

Compartilhe

Cavani se retratou nesta segunda-feira sobre o episódio polêmico que ele protagonizou neste final de semana. O atacante foi acusado de usar um termo racista em sua rede social, ao usar a palavra “negrito”.

“A mensagem que eu publiquei depois do jogo de domingo foi com o intuito de agradecer a um amigo pelo apoio e parabéns que me deu depois da partida. A última coisa que eu queria fazer era ofender alguém. Sou completamente contra o racismo e apaguei a mensagem assim que me foi explicado que poderia ter sido interpretado de formas diferentes. Gostaria de pedir desculpa pelo incidente”, disse o uruguaio, em nota publicada pelo Manchester.

“É claro para nós que não houve qualquer má intenção por trás da mensagem do Edinson e ele a apagou assim que foi informado que poderia ser mal interpretado. Edinson fez um pedido de desculpas por uma ofensa não intencional que fez. Manchester United e todos os nossos jogadores estão totalmente comprometidos na luta contra o racismo”, disse o clube.

 

Foto: Reprodução
João Felix

Entenda o caso:

Após ser decisivo na partida contra o Southampton, com dois gols e uma assistência, o uruguaio postou em seu instagram a frase: “Gracias, negrito”, que poderia ser traduzido para: “Obrigado, negrinho”.

A frase era direcionada para um amigo que lhe parabenizava pela boa atuação, mas acabou pegando mal na Inglaterra. O atacante pode ser punido, inclusive, com até três jogos de gancho pelas autoridades esportivas.

Em destaque