Carregando

Buscar

Futebol

Maradona teria empurrado e maltratado médico em último encontro

Compartilhe

Funcionários de Maradona revelaram à “Télam”, da Argentina, detalhes de sua convivência nos últimos dias de vida. Segundo Ricardo, enfermeiro de Diego, o médico Leopoldo Luque teria sido “xingado, maltratado e empurrado” em último encontro, seis dias antes de seu falecimento. “Diego era um paciente explosivo e intratável”, completou.

Outra funcionária que confirmou a briga foi a cozinheira de Maradona, Romilda Milagros Rodríguez. Os relatos se somam às últimas declarações públicas de Leopoldo à imprensa argentina. “Vocês não sabem como é difícil lidar com Maradona”, dizia o médico.

Foto: Getty
João Felix

O ídolo argentino veio ao falecimento por conta de uma parada cardiorrespiratória enquanto dormia. A família e o advogado de Maradona ficaram revoltados com a demora da ambulância a chegar, isto porque, segundo a imprensa local, Leopoldo não teria especificado quem era o paciente.

Em destaque