Carregando

Buscar

Futebol

Justiça recusa sede do Corinthians como garantia e bloqueia contas do clube

Compartilhe

A Justiça Federal bloqueou 14 contas do Corinthians em uma ação de cobrança. R$ 249,9 mil foram penhorados destas contas. A dívida é referente a contribuições previdenciárias não pagas entre 2000 e 2005. O clube ofereceu o Parque São Jorge como garantia, mas o imóvel foi recusado.

A recusa é justificada por conta de irregularidades na matrícula do imóvel. Além do fato do Parque São Jorge já ser objeto de outras penhoras judiciais. O Corinthians tenta recorrer da ação por considerar a cobrança, que chega ao total de R$ 5,9 milhões, indevida.

Andrés Sanchez
Foto: Getty
João Felix

O Corinthians não optou por quitar a dívida com o Profut justamente por tentar a anulação da cobrança, e sobre a questão, emitiu uma nota oficial:

“Sobre a referida execução fiscal, o Sport Club Corinthians Paulista informa que ainda discute a matéria em ação anulatória, por entender que a dívida – referente a período entre 2000 e 2005 – não é devida, de acordo com jurisprudência estabelecida.

 

Em paralelo, o clube recorrerá da decisão que levou à presente execução fiscal, pedindo sua suspensão.”

Em destaque