Carregando

Buscar

Futebol

Conselheiros do Flamengo propõem licenciamento de dirigentes que se candidatarem ao governo

Compartilhe

Conselheiros do grupo político “Flamengo da Gente” protocolaram uma proposta de emenda ao estatuto do clube, na qual pedem o afastamento de diretores que se candidatarem ao governo, durante a campanha eleitoral.

A proposta foi assinada por mais de 50 membros do conselho, e com isso, irá a plenário para votação. Marcos Braz é um exemplo recente de dirigente que se elegeu a vereador no Rio de Janeiro, e acumulará as duas funções.

João Felix

Leia a nota:

“Conselheiros e conselheiras do Flamengo da Gente, em conjunto com conselheiros e conselheiras de outros grupos políticos e independentes, protocolaram nesta terça-feira no Conselho Deliberativo um projeto de Emenda ao Estatuto Social do Clube de Regatas do Flamengo, para tornar obrigatório o licenciamento, durante a campanha eleitoral, de qualquer membro de poder que se candidate a um cargo eletivo externo

A proposta é subscrita por mais de 50 conselheiros, o que, nos termos do Estatuto, torna obrigatória sua votação em plenário.

Esclarecemos, ainda, que optamos por esperar passar a eleição municipal para protocolar o projeto. Acreditamos que assim o tema possa ser debatido sem o calor da disputa e que mais conselheiros se sensibilizem da necessidade de não misturar o Clube de Regatas do Flamengo com projetos políticos pessoais”.

Em destaque