Carregando

Buscar

Futebol

Edmundo diz que Jorge Jesus usou o Flamengo de trampolim na carreira e critica diretoria rubro-negra

Compartilhe

Para Edmundo, Jorge Jesus sempre viu o Flamengo como um trampolim para a sua carreira. Em uma participação no programa “BB Debate”, o comentarista da Fox Sports comentou sobre a rescisão de Mister e criticou a diretoria rubro-negra por não se esforçar em dificultar a saída do comandante.

“Quando o Jorge Jesus chegou ao Flamengo era uma incógnita, vinha de oscilações no Sporting e no mundo árabe. Uma vez consolidado, a renovação de contrato foi malfeita. Deveria ter se colocado ali uma multa maior. O técnico estava acertado. Ou então, já dispensasse no início do ano”.

Ainda completou: “Porque o Jesus prometeu que só deixaria o clube para um gigante europeu: Barcelona, Real Madrid, Manchester United. E não cumpriu. Me parece que ele já sabia que o Flamengo era só um trampolim. Valeria pé firme para que as coisas fossem cumpridas”.

João Felix

O ex-jogador ainda avaliou que aceitar uma multa rescisória baixa para facilitar a saída de Jorge Jesus em sua renovação foi como dar “adeus” ao treinador de uma maneira antecipada. Ao fazer isso, o clube da Gávea ficou “na mão” do Mister. 

“Eu sei que é complicado, mas com a multa baixa, o Flamengo perderia de qualquer jeito. Nesse caso, o time já tinha que se planejar desde o início do ano. (…) Adoro o ‘Mister’, fez um trabalho excepcional, deixou um legado no futebol brasileiro, mas um clube do tamanho do Flamengo não pode ficar ‘na mão’ de técnico. O Flamengo já teve técnicos maiores – não em conquistas”.

Jorge Jesus conquistou diversos títulos no comando do Flamengo, incluindo a Libertadores de 2019 e o Campeonato Brasileiro do mesmo ano. Após sua saída, a equipe foi treinada por Domènec Torrent, demitido devido aos maus resultados, e, atualmente, tem à frente Rogério Ceni. 

Em destaque