Carregando

Buscar

Futebol

CBF admite erro em lance entre Corinthians e Atlético-MG

Compartilhe

O vice-presidente do Atlético-MG, Lásaro Cândido da Cunha, postou nas redes sociais a resposta que recebeu da CBF após mandar um ofício reclamando do famoso erro da arbitragem na partida contra o Corinthians. Na ocasião, Gil derrubou Vargas dentro da área e impediu uma chance clara de gol.

“A decisão se caracterizou como erro claro, óbvio, que, pois, impunha ao VAR recomendar revisão”
Ofício da CBF

”Neste caso, o atacante estava à frente do defensor no momento que foi segurado e sofreu o claro impacto, de modo que a incorreta versão do árbitro sobre a disputa de espaço não poderia ser recepcionada pelo VAR. Tratou-se, conclusivamente, da já famosa DOGSO (impedir com falta uma clara oportunidade de gol) e sem que houvesse disputa pela bola, impondo, assim, a punição com CV (cartão vermelho) direto, pois as infrações de mão/braço, empurrar e segurar, como foi o caso, não possibilitam que o CV caia para CA (cartão amarelo). Cartão vermelho direto, portanto, não aplicado”, dizia o documento da CBF.

João Felix

Apesar do erro de arbitragem, o Galo não foi muito prejudicado, já que conseguiu vencer a partida contra o Corinthians, em São Paulo.

Em destaque