Carregando

Buscar

Futebol

Ex-diretor afirma que Barcelona ofereceu 110 milhões de euros e três jogadores por Neymar em 2019

Compartilhe

Javier Bordas, ex-diretor do Barcelona, abriu o jogo sobre os bastidores do clube. Em entrevista para os programas “Partizdazo de COPE” e “Radio Marca”, Bordas contou como o clube negociou o retorno de Neymar em 2019.

Durante a janela de transferências de 2019, o time espanhol fez uma oferta de 110 milhões de euros (R$ 550 milhões na época) e mais três jogadores. A negociação não obteve êxito porque o PSG queria mais dinheiro.

“Oferecemos 110 milhões de euros, mais Todibo, Rakitic e o empréstimo de Dembélé ao Paris, que queria as mesmas condições, mas uma oferta de 130 milhões de euros (cerca de R$ 650 milhões). O pai do Neymar se ofereceu para colocar 20 milhões de euros (R$ 100 milhões) e acredito que ele até poderia ter abaixado o valor pela pressão que o Neymar estava fazendo. Até que chegou um momento que o pai do Neymar nos disse que o PSG não estava disposto a diminuir a pedida. Nós havíamos chegado ao nosso limite, mas estava muito perto”, conta.

Bordas ainda comentou que Neymar chamou um amigo que morava próximo de onde ele tinha casa no Barcelona para perguntar se haviam imóveis disponíveis para locação. “Neymar esteve muito próximo mesmo. Mas, agora quem vive nessa casa é o Griezmann”, afirmou.

Em destaque