Carregando

Buscar

Futebol

Abel Ferreira detona árbitro após expulsão: “Arrogância e prepotência”

Compartilhe

Nesta quarta-feira, durante o jogo contra o Ceará, pela Copa do Brasil, Abel Ferreira foi expulso. Inconformado, o treinador concedeu entrevista coletiva, aonde afirmou que não o ofendeu para que ele tomasse essa postura:

“Contra o Bragantino, não disse uma palavra. Contra o Vasco, não dirigi uma palavra ao árbitro. Hoje, dirigi apenas uma vez ao árbitro e falei por pura emoção, porque para mim era pênalti no Rony e aquele não era. Perguntei: o primeiro você não viu, agora você viu. Não era para me dar vermelho direto”.

Foto: Twitter
João Felix

“Antes de ser treinador, sou homem. Antes de ser árbitro, jogador ou treinador, sou homem. No fim, com toda humildade, pedi para falar com o árbitro e ele teve a arrogância e prepotência de não me receber. Também dizer outra coisa: sou religioso, e na igreja precisa estar calado, o futebol é um jogo de emoções”, continuou.

“Para mim, o pior foi eu ter a humildade de querer falar e ele recusar. É arrogância e prepotência. Antes, somos homens, e não gostei do comportamento “, finalizou.

O Palmeiras soma sua sétima vitória consecutiva. Desde a saída de Luxa, o clube sofreu apenas um gol, e marcou incríveis 19.

Em destaque