Carregando

Buscar

Futebol

Presidente da Uefa pede à Fifa alteração na regra de mão na bola

Compartilhe

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, solicitou à Fifa mudança na regra de mão na bola alegando que a atual intepretação está levando os árbitros a decisões injustas que causam frustração e desconforto nas equipes e jogadores.

Em carta à entidade máxima, Ceferin afirmou que algumas penalidades decorrentes à regra foram aplicadas em situações que era impossível o atleta evitar o contato com a bola. Apesar de ter acontecido uma alteração em 2019, o chefe da Uefa acredita que teve um efeito oposto.

“A tentativa de definir estritamente os casos em que o manuseio da bola é um crime resultou em muitas decisões injustas que foram recebidas com crescente frustração e desconforto pela comunidade do futebol” , disse ele

João Felix

A justificativa de Cerefin para o pedido à Fifa é pela série de decisões dos árbitros em competições nacionais e internacionais, nas quais os jogadores sofreram pênaltis ou tiveram gols anulados por tocar na bola indevidamente. O responsável ainda afirmou que entende que os defensores podem adotar posições para “esconder” o braço na jogada, mas às vezes o contato acontece acidentalmente.

“Também existem muitas situações em que mãos / braços expostos fora do perfil do corpo em movimentos que são entendidos como naturais, não intencionais e inevitáveis ​​foram punidos com pênaltis”. 

Em destaque