Carregando

Buscar

Futebol

Ex-namorada de Conca detona jogador e relata relação abusiva: “É uma pessoa bipolar”

Compartilhe

Conca voltou a atrair a atenção das mídias. Depois de ter surpreendido a todos com seu físico e danças sensuais na internet, foi a vez do jogador ser acusado de relacionamento abusivo com a ex-namorada. Em entrevista ao jornal “Extra”, Miriã Rocha afirmou ter sofrido ofensas do argentino, o que teria desencadeado um distúrbio hormonal.

“Fui vítima de um relacionamento abusivo. Ele é uma pessoa bipolar, não aceita que você se posicione ou fale alguma coisa e não sabe escutar. Eram ofensas, palavras de baixo calão. Cheguei a ter distúrbio hormonal. A minha médica disse que meu sangramento excessivo era emocional”, disse a modelo.

A relação durou pouco mais de um ano, e chegou ao fim há dois meses. Segundo a moça, após um “surto”, Conca a expulsou da casa onde viviam no Rio de Janeiro. “Na noite em que ele rompeu comigo, estava tudo bem entre nós, mas fui surpreendida. Ele surtou, começou a me agredir verbalmente, me humilhou e pediu que eu pegasse minhas coisas e fosse embora. Fiz as malas e deixei a casa. Ele me expulsou da casa dele e me bloqueou no Whatsapp”. 

João Felix

Além disso, Miriã revelou que o ídolo do Fluminense mantinha conversa com outras mulheres nas redes sociais enquanto era comprometido com ela.

“Ele me queria numa jaula, postava foto comigo, mas fingia que não tinha ninguém e trocava mensagens com mulheres no Instagram. No início eu tinha acesso ao celular dele, mas depois que ele começou a vadiar, ele impediu o meu acesso. Cheguei a peguei algumas conversas dele com mulheres. Sai da relação amando dele, tinha uma conexão muito grande com os filhos dele e nunca tive problema com a ex-mulher dele. Fiquei muito mal por tudo o que ele me fez”.

Foto de capa: Reprodução/Instagram

Em destaque