Carregando

Buscar

Futebol

Ao lado de Anderson Barros, Galiotte afirma: “O Palmeiras busca um conceito”

Compartilhe

Por meio de coletiva transmitida no canal oficial do clube, Maurício Galiotte e Anderson Barros falaram pela primeira vez desde a demissão de Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras. Entre as principais respostas estavam o respeito pelo treinador, possíveis substitutos e a ideia de que o Alviverde deve se concentrar em um conceito para melhorar seu futebol. 

“O Palmeiras busca um conceito. Vamos trabalhar sempre mirando o conceito. Nomes, perfis, vamos pensar a partir de hoje à tarde. O Palmeiras precisa definir qual é seu modelo de jogo, se não for assim vamos continuar trocando treinadores. Uma vez implementada uma filosofia, vamos ter uma continuidade muito maior”, disse Galiotte. Luxemburgo estava no cargo desde janeiro de 2020.

Galiotte fugiu de nomes concretos para o cargo. “A prioridade não é a nacionalidade. Vamos trabalhar em cima do modelo ideal e do conceito de jogo que acreditamos que deve ser implantado. É o mesmo discurso do fim do ano. Não aconteceu até o momento pois precisávamos de uma reestruturação importante. Se será brasileiro ou estrangeiro, não é isso que vai definir. Vamos buscar um profissional que possa dar continuidade a todo esse projeto”, comentou.

João Felix

Apesar de ainda não ter um alvo concreto, o perfil do treinador foi traçado pela diretoria. “No fim do ano, comentei que o Palmeiras ia atrás de uma filosofia de jogo com o DNA palmeirense. Passamos esse ano por várias mudanças, uma transição importante, muitos atletas saíram, a reconstrução do time está em andamento. Vamos continuar com nosso pensamento de encontrar a filosofia ideal. O DNA do Palmeiras que precisamos encontrar”, afirmou Galliote.

Mesmo já classificado na Libertadores e atual campeão do Campeonato Paulista, o Palmeiras não vinha bem. “É um momento de transformação, mas não estamos conseguindo ter desempenho. O principal motivo de mudança é que não estamos desempenhando, não estamos mostrando aquilo que tínhamos desenhado pro time mostrar em campo. A evolução do time em campo é o principal motivo da mudança nesse momento”, disse o presidente.

O presidente fez questão de agradecer ao trabalho de Vanderlei Luxemburgo. “Um trabalho que estava desenhado no ano passado, eles fizeram com maestria. Conseguimos um título importante, estamos em reconstrução. Saíram 20 atletas do fim do ano pra esse ano, é o momento de mudanças. O Vanderlei participou de todo esse processo, com conquista”, acrescentou.

Em destaque