Carregando

Buscar

Futebol

Presidente da Chape nega saída de Louzer e ataca Cruzeiro

Compartilhe

O presidente da Chapecoense, Paulo Magro, desabafou à “Rádio Oeste Capital” sobre a situação envolvendo Cruzeiro e o treinador Umberto Louzer que, segundo a imprensa, estão apalavrados. Ele não reconheceu o acordo.

“Continua sendo nosso treinador. Oficialmente a Chapecoense não foi comunicada. Acho muito estranho. Por isso o futebol continua deste jeito. A Chapecoense jamais faria uma proposta a um treinador empregado sem antes falar com presidente ou diretoria do clube. Futebol é assim, vamos seguindo a vida”, disse, alfinetando a iniciativa do Cruzeiro.

Foto: Twitter
João Felix

“100% de certeza que Louzer vai estar na casamata (banco de reservas) orientando nossos atletas (contra o CRB). Não sou dono da verdade, mas continuo acreditando que permaneça. Pode ser que esteja engano”, prosseguiu, mostrando confiança na permanência do treinador.

“Tudo é especulação. Falei com o Mano, que vai conversar com ele. O Umberto, hoje de manhã, deu treinamento normal, não falou sobre o assunto. Das 11h da manhã às 17h ele estava no avião (indo para Maceió). Deve ser coisa do empresário. Umberto deixou claro há um ou dois meses que ele está feliz com o projeto e gosta de iniciar e terminar trabalhos”, finalizou.

Em destaque