Carregando

Buscar

Futebol

Cruzeiro é excluído do Profut e terá que pagar dívida de R$ 303 milhões

Compartilhe

O Apfut, responsável por tomar decisões relacionadas ao Profut, excluiu o Cruzeiro do programa de pagamento de dívidas fiscais. O clube agora está sujeito a uma cobrança imediata de R$ 303 milhões por débitos com a Procuradoria Geral da Fazenda.

De acordo com o ”Uol Esporte”, esses R$ 303 milhões são resultado de 43 registros de passivos diferentes. A média é de R$ 7 milhões por cada um dos débitos. Por conta dessas dívidas com o Governo, o clube está sujeito a penhoras em sua receita.

João Felix

O Profut permite que os clubes parcelem a longo prazo as suas dívidas com o Governo Federal. Para isso, é preciso que paguem cada uma das parcelas sem atraso. A exclusão do time mineiro se deu por conta de atrasos constantes nessas parcelas.

Em destaque