Carregando

Buscar

Futebol

Mascote do Arsenal é demitido para reduzir custos

Compartilhe

A crise não está perdoando ninguém. O Gunnersaurus Rex, mascote do Arsenal há quase 30 anos, foi dispensado. O homem por baixo da fantasia, Jerry Quy, também foi demitido pelo clube.

De acordo com o site ”A Bola”, de Portugal, o time inglês demitiu 55 pessoas desde agosto. A justificativa para a saída do mascote é que ele não pode animar a torcida do time se os estádios estão vazios por conta da pandemia de Covid-19. Segundo informações do site ”The Athletic”, da Inglaterra, é possível que ele seja recontratado quando o público voltar.

João Felix

Em destaque