Carregando

Buscar

Futebol

PC Oliveira sofre racismo em rede social e toma providências: “É inaceitável”

Compartilhe

O ex-árbitro e comentarista de arbitragem da “Globo” foi vítima de racismo na internet. Ao postar uma foto junto com a equipe de transmissão de Grêmio e Vasco, um usuário escreveu ofensas por conta de suas avaliações em lances polêmicos em outra ocasião, de Flu e Corinthians, chamando-o de macaco.

“Foi um comentário de um internauta, vi só na segunda-feira. Ontem (terça) fiz contato com a delegacia especializada em crime virtual em São Paulo e hoje como vou trabalhar lá, estou na estrada e vou registrar a ocorrência. Pediram pra salvar a URL do perfil, o print, e já fiz isso. Estou indo agora à tarde. O comentário ainda está na minha publicação, não respondi nada para não alardear, mas pedi orientação ontem e vou registrar. É inaceitável”, disse ao “GE”.

Foto: Instagram
João Felix

PC também já havia sofrido injúria racial como árbitro, em partida entre Paysandu e Flamengo. O capitão do tri, Carlos Alberto Torres, treinador da equipe paraense na época, dirigiu-se de forma racista ao juiz:

“A primeira infelizmente foi com o falecido Carlos Alberto Torres. Ele era técnico do Paysandu, fiz um jogo entre Paysandu e Flamengo, ele me ofendeu, chamou de negro de merda. Teve uma repercussão muito grande, mas depois me pediu desculpas pessoalmente. Cheguei a processá-lo, mas com o pedido de desculpas abri mão do processo, perdoei, que a alma dele descanse em paz”.

Em destaque