Carregando

Buscar

Futebol

Mais polêmica: após problemas com mulheres na Seleção, Greenwood se envolve com gás ilícito

Compartilhe

Após ser dispensado da seleção inglesa por desrespeitar os protocolos de distanciamento, Mason Greenwood se envolveu em mais uma polêmica. O atacante sensação do Manchester United teve um vídeo divulgado em que inala óxido nitroso, gás que é habitualmente utilizado para fins médicos e, caso usado de maneira indevida, por causar graves problemas de saúde.

Na semana que se passou, Greenwood foi dispensado da Seleção depois de se envolver com mulheres e desrespeitar a ordem de isolamento estabelecida por conta da pandemia de coronavírus. Na ocasião, o atacante estava acompanhado do meio-campista Phil Foden, do Manchester City. Desta vez, Greenwood se envolveu em uma polêmica por conta própria.

Em imagens divulgadas pelo veículo inglês “The Sun”, o atacante de 18 anos apareceu inalando óxido nitroso, gás que é autorizado apenas para utilização de fins médicos. O uso indevido, assim como foi feito por Greenwood, contém alto risco por poder causar dores de cabeça, alucinações, paranoias e até graves danos cerebrais. O óxido é conhecido como a droga do riso.

João Felix

Em entrevista para a “BBC Sport”, Greenwood comentou sobre o caso. “Estou ciente dos riscos para a saúde associados a esta prática e aceito que o fato de eu ter experimentado, como se vê nestas imagens, foi uma atitude infeliz de minha parte. Tenho 18 anos e estou em constante aprendizagem. Porém, esta semana também aprendi que serei julgado de forma mais veemente por conta da minha carreira. Estou determinado em retribuiu a confiança depositada em mim pelos meus treinadores”, disse.

Em destaque