Carregando

Buscar

Futebol

Messi decide ficar no Barcelona, mas detona Bartomeu: “Ele acabou não cumprindo sua palavra

Compartilhe

Em entrevista concedida ao portal “Goal”, Messi revelou que seguirá no Barcelona. Entretanto, a relação com a diretoria do clube não é das melhores. O craque criticou a postura do presidente Josep Maria Bartomeu e disse que sua gestão é desastre. 

Além disso, afirmou que já havia conversado sobre sua possível saída da equipe por não concordar com a postura dos dirigentes, e que presidente havia concordado. Também abordou outros pontos, como reação da família e a possível ida à Justiça. 

“Não fiquei contente e queria sair. Não me foi permitido de forma alguma e vou ficar no clube para não entrar em litígio. A gestão do clube comandado por Bartomeu é um desastre. Vou continuar no Barcelona e a minha atitude não vai mudar, por muito que quisesse ir. Eu disse ao clube e ao presidente que queria sair. Eu disse a ele o ano todo. Achei que meu tempo em Barcelona havia acabado, infelizmente – sempre quis terminar minha carreira aqui”. 

João Felix

Sobre Bartomeu, o seis vezes melhor do mundo desabafou: “Eu pensava e tinha certeza que estava livre para sair, o presidente sempre dizia que no final da temporada eu poderia decidir se ficava ou não. Agora eles se agarram ao fato de que eu não disse isso antes de 10 de junho, quando descobrimos que em 10 de junho estávamos competindo pela La Liga em meio a esse terrível coronavírus e essa doença alterou-se durante toda a temporada. E é por isso que vou continuar no clube. Agora vou continuar no clube porque o presidente me disse que a única maneira de sair era pagando a cláusula de € 700 milhões (£ 624 milhões / $ 823 milhões/R$ 4,3 bilhões), e que isso é impossível”.

Sobre levar o Barcelona à Justiça, Messi disse que não faria isso com o clube que ama e que sempre o ajudou desde sua chegada, apesar de ser a única alternativa para rescindir o contrato unilateralmente.

Havia outra maneira e era ir a julgamento”, acrescentou. “Nunca iria a tribunal contra o Barça porque é o clube que amo, que me deu tudo desde que cheguei. É o clube da minha vida, eu fiz minha vida aqui. O Barça deu-me tudo e eu dei tudo. Eu sei que nunca passou pela minha cabeça levar o Barça ao tribunal. ”

Messi ainda revelou como foi comunicar à filha da sua escolha de deixar o Barcelona, além do que o fez voltar atrás na decisão.

“Quando comuniquei meu desejo de partir para minha esposa e filhos, foi um drama brutal. Toda a família começou a chorar, os meus filhos não queriam sair de Barcelona, nem queriam mudar de escola. Mateo ainda é pequeno e não percebe o que significa ir para outro lugar e viver alguns anos em outro lugar. Thiago, ele é mais velho. Ele ouviu algo na TV e descobriu algo e perguntou.Eu não queria que ele soubesse nada sobre ser forçado a sair, ter que morar em uma nova escola ou fazer novos amigos. Ele chorou para mim e disse ‘não vamos’. Meu filho, minha família, eles cresceram aqui e são daqui. Não havia nada de errado em querer partir. Eu precisava disso, o clube precisava e era bom para todos. Minha esposa, com toda a dor de sua alma, me apoiou e acompanhou. Repito que foi difícil mesmo”.

“Era compreensível. Isso aconteceu comigo. É muito difícil tomar uma decisão. Mas olhei mais longe e quero lutar ao mais alto nível, ganhar títulos, disputar a Liga dos Campeões. Você pode ganhar ou perder nisso, porque é muito difícil, mas você tem que competir”, finalizou.

Em destaque