Carregando

Buscar

Futebol

CBF ‘não dá razão’ ao São Paulo em reclamação de lance de agressão de Jô em Diego Costa

Compartilhe

A Ouvidoria da CBF analisou a reclamação do São Paulo, a respeito da agressão de Jô em Diego Costa, durante o clássico contra o Corinthians no último domingo. A entidade considerou que o Tricolor “não tem razão” na queixa realizada. A informação é do “Globoesporte.com”.

O São Paulo apresentou essa semana uma reclamação alegando que a agressão foi “ignorada e protegida” pela equipe de arbitragem. Na decisão, a CBF discorda do Tricolor e alega que a jogada passou por uma análise do árbitro de vídeo:

“Antes, porém, de demonstrá-lo é conveniente, senão até obrigatório que esta Ouvidoria se pronuncie sobre a justa indignação do Reclamante, pois, de fato, a ação do jogador do Corinthians deve ser censurada, por ferir, inegavelmente, a ética e o respeito que deve haver entre atletas, sobremodo profissionais.

A sem-razão do Reclamante, todavia e primeiramente, está em que a equipe de arbitragem nem “ignorou” nem, principalmente, “protegeu” a indevida ação do jogador do Corinthians.

Com efeito, tanto o árbitro de campo como o próprio VAR – embora este mereça uma observação à parte – envidaram esforços para detectar o fato. Realmente, pois o arbitro parou o jogo, provocou a checagem e esperou o parecer do VAR. Este, de seu turno, usou as câmeras que lhe pareceram mais adequadas para tentar captar o incidente, mas não obteve êxito, principalmente porque teve sua atenção desviada por outro fato entre os mesmos jogadores.

Não houve, assim, fato “ignorado” tampouco “protegido”.”

Em destaque