Carregando

Buscar

Futebol Stick

Marinho é visto como inegociável por Cuca no Santos: “Mesmo que tenha proposta, não podemos vender”

Compartilhe

Principal jogador do Santos, o atacante Marinho aproveitou bem o período de paralisação do futebol e se recuperou de uma fratura no pé para voltar vivendo um de seus melhores momentos da carreira. São sete gols no ano, sendo assim o principal marcador santista na temporada. Por conta disso, o treinador Cuca o vê como inegociável.

Marinho marcou um dos gols da equipe no empate frente ao Vasco por 2 a 2 na quarta-feira (2). Em entrevista coletiva após a partida, Cuca comentou sobre a importância do jogador. “Marinho é muito importante. Está sendo fundamental. Mesmo que tenha proposta, não podemos perder esse tipo de jogador. Vivemos um momento muito difícil, financeiro, em que não podemos contratar. Mas não podemos vender, também. Se não, a gente enfraquece o time”, disse.

O treinador ainda comentou sobre a longevidade do calendário e a manutenção do elenco. “Temos um campeonato duro. Vai ser assim até o fim de fevereiro. Junto disso tem a Libertadores e a Copa do Brasil. Esse elenco que eu tenho eu vou rodando para tentar manter todo mundo inteiro, acho que já é na conta do chá. Já não dá conta em todos os jogos. E você não ter lesões, não baixar o nível técnico. Então, temos de tomar cuidado”, completou.

João Felix

Por conta de uma dívida com o Hamburgo, da Alemanha, referente à compra do zagueiro Cléber Reis em 2017, o Santos foi punido pela Fifa e não pode registrar novos jogadores. Marinho foi contratado junto ao Grêmio em 2019. Em 2020, são sete gols em 11 jogos, sendo quatro pelo Campeonato Brasileiro. O atacante divide a segunda colocação artilharia da competição com Fellipe Bastos e Germán Cano, ambos do Vasco.

Em destaque