Carregando

Buscar

Futebol

Justiça ordena arrombamento de imóvel de R$ 3 milhões de Edílson Capetinha

Compartilhe

A Justiça Trabalhista de Salvador ordenou nesta quarta-feira o arrombamento e troca de fechadura de um imóvel avaliado em R$ 3 milhões de Edílson Capetinha. O ex-jogador e comentarista é alvo de processos de ex-funcionários desde 2012.

Edílson é sócio de três empresas de promotoria de eventos na Bahia. No caso, 28 funcionários entraram com processo na Vara Trabalhista contra o ex-jogador. A soma da dívida é de cerca de R$ 8,5 milhões. Seu imóvel foi a leilão e foi arrematado, o atual dono terá a chave e posse da casa penhorada.

Foto: Twitter
João Felix

Confira a decisão do TRT na íntegra:

“Diante da situação certificada pela oficiala de justiça em ID. eaa454b, a fim de viabilizar o cumprimento do mandado de imissão na posse, expeça-se mandado de arrombamento do imóvel, a ser cumprido com auxílio policial, devendo-se, para tanto, ser expedido o competente ofício requisitando a prestação do reforço.

Dê-se ciência ao arrematante do quanto ora determinado, devendo contactar o CEMAN no prazo de 5 dias para agendamento da diligência que deverá acompanhar, bem como viabilizar os meios necessários ao seu cumprimento, notadamente quanto à disponibilização de chaveiro para auxiliar no arrombamento do imóvel. Ainda, deve o arrematante, de logo, ficar ciente de que eventuais bens que se encontrem guarnecendo o imóvel ficarão sob sua guarda e depósito, pelo prazo de 30 dias”.

Em destaque