Carregando

Buscar

Futebol

Empresa entra com pedido para penhorar dinheiro de venda de Gilberto no Fluminense

Compartilhe

A “Brazil Football” entrou com um pedido na Justiça para penhorar o dinheiro da venda de Gilberto do Fluminense para o Benfica. A pedida é de um bloqueio de R$ 3,4 milhões para que uma dívida já existente da venda de Gerson, em 2015, seja quitada. A empresa ainda solicita a CBF para que não habilite a inscrição de nenhum novo jogador do Tricolor Carioca até a quitação.

O negócio de Gilberto ia render R$ 9 milhões aos cofres do Fluminense, clube que detém 50% dos direitos do atleta. No entanto, a acusação da “Brazil Football” pode diminuir com esse alívio financeiro do tricolor. O processo foi movido em janeiro de 2019 e atualmente corre na 4ª Vara Cível da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro.

A empresa alega que o Fluminense assinou uma confissão de dívida em junho de 2017 no valor de R$ 1.8 milhão. A assinatura obrigava o clube a pagar um sinal de 5% do débito atualizado até 30 de julho de 2017 e o restante dividido em 36 parcelas mensais a partir de 30 de julho de 2018.

João Felix

O clube teria pagado apenas o sinal no valor de R$ 98.659,58, mas não seguiu o combinado das 36 parcelas. Devido a isso, a ação judicial cobra o saldo do devedor, além de R$ 200.744,63 de multa e R$ 120.446,78 de juros. O montante atual está somado em R$ 3.447.985,16. 

Em destaque